Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
13/03/20 às 15h31 - Atualizado em 13/03/20 às 15h34

Servidoras e terceirizadas do DER-DF recebem homenagem pelo Dia da Mulher

O evento foi organizado pela equipe da Transitolândia na própria escola. Mulheres usufruíram de vários serviços gratuitamente

 

 

Durante a tarde da última sexta-feira (6), a equipe da Transitolândia promoveu, na Escola Vivencial de Trânsito – localizada no Parque Rodoviário do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), um evento em homenagem às servidoras e colaboradoras do órgão pelo Dia Internacional da Mulher.

 

Diversos serviços foram oferecidos gratuitamente às homenageadas: massagem, design de sobrancelha, peeling de diamante, aferição de pressão e glicemia, teste de pressão ocular, maquiagem, test drive de veículos, além de palestras sobre alimentação saudável, empoderamento feminino e feminicídio e a atuação das mulheres no trânsito. Vários brindes também foram sorteados às mulheres presentes.

 

 

A colaboradora da limpeza, Francisca das Chagas, participou do evento pelo segundo ano consecutivo. Ela destaca que a edição do evento em 2019 possibilitou a ela cuidar melhor de sua saúde.

 

“O ano passado foi a primeira vez que eu vim. Sou muito agradecida porque foi no dia da mulher do ano passado, lá na sede, que eu fiz exames e descobri que sou hipertensa e diabética, então pude começar a fazer o acompanhamento médico”, contou Francisca.

 

Mulheres no trânsito

 

Dados da Gerência de Estatísticas do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) informam que em 2019 o DF chegou à marca de 1.769.188 de motoristas. Deste total, 701.007 são mulheres. Esses números apontam que quatro em cada 10 condutores são do sexo feminino.

 

Mesmo com esta quantidade expressiva de mulheres que dirigem não são poucos os casos em que elas passam por situações em que são ofendidas no trânsito.

Para ajudar a superar esses momentos difíceis, as psicólogas e palestrantes Sarah Costa e Francisca Rodrigues defenderam a importância do autoconhecimento.

 

 

 

Para Sarah Costa, entender e reconhecer suas qualidades pode interferir diretamente na força mental das mulheres que passam por situações de assédio psicológico, inclusive no trânsito. “Não são poucos os casos de mulheres que são desqualificadas por dirigirem e isso, muitas vezes, faz com que ela possa ficar fragilizada mentalmente, mas a partir do momento em que a mulher se conhece e sabe da sua competência enquanto motorista, as palavras ruins não vão interferir no desempenho de quem está dirigindo”, declarou.

Já Francisca Rodrigues, além de concordar com as palavras da companheira de palestra elogiou o DER-DF por proporcionar às mulheres que trabalham na autarquia um dia voltado para elas cheio de atividades.

 

“O DER está de parabéns por dar a essas mães e filhas um dia especial com palestras, cuidados com a saúde e outras ações que mostram que a mulher pode fazer o que ela quiser”, afirmou.

 

Mulher no volante NÃO é perigo constante

 

Na mesma pesquisa, o Detran informou também que no ano anterior 396 condutores se envolveram em acidentes de trânsito com vítimas fatais. Desse número, apenas 41 dos casos, ou seja, cerca de 10% tinham mulheres ao volante.

A agente de trânsito do DER-DF, Sandra Calaça pondera que embora o trânsito ainda seja o que chamou de “universo masculinizado”, as mulheres se destacam pela atenção e cuidado ao dirigir.

“No meu dia a dia de trabalho percebo que as mulheres são muito mais cuidadosas não apenas com elas, mas também com as vidas alheias. Isso tem que ser reconhecido”, afirmou Calaça.

 

 

O evento alcançou o objetivo de proporcionar para as servidoras uma tarde de cuidados, informação e diversão. É o que garante a diretora de Educação de Trânsito do DER, Jucianne Nogueira.

 

“Tudo que fizemos aqui hoje foi para homenagear essas mulheres que desenvolvem várias atividades, trabalham o dia todo, cuidam da família e da casa, mas que nem sempre tem tempo de cuidar delas mesmas. O DER mostra com ações como esta que nós estamos inseridas em todos os segmentos da sociedade, inclusive no trânsito, é claro”, destacou.

 

O evento contou com a parceria das empresas Dr. Vis, Óticas Diniz, Brasal Veículos, 3M, Lixo Mania, Floricultura Palmares, Lorena Sodré, Nara Cardoso Estética, Tatiane Ferreira Estética, Clínica Matsumoto, Ana Lú Maquiagens, Luégela Consultoria, Margô Maquiagens, Transmonici Transportes e Faculdade Anhanguera.

 

As palestras foram promovidas pelo nutricionista Kayo Benincasa e pelas psicólogas Sarah Costa e Francisca Rodrigues e o lanche foi oferecido pela Associação dos Engenheiros do DER/DF (Assender). Esteve presente ainda no evento o grupo de rolimistas do Paranoá.

 

Por Willian Souto

 

Fotos: Ariston Camilo / Transitolândia

 

 

 

 

 

Transitolândia - Governo de Brasília

Escola Vivencial de Trânsito

Escola Vivencial de Trânsito Transitolândia - Parque Rodoviário do DER, Sobradinho, CEP: 73.001-970 Brasília - DF